Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

cascalenses

cascalenses

José Sebastião de Leite Perry (1948-2018)

06.03.18, cascalenses
  A Câmara Municipal de Cascais homenageou hoje com um minuto de silêncio, por proposta do Vereador João Aníbal Henriques, o ilustre e saudoso Cascalense José Sebastião de Leite Perry (1948-2018) falecido inesperadamente há cerca de um mês.   Nascido em São Sebastião da Pedreira no dia 18 de Outubro de 1948, José Perry dedicou a sua vida a Cascais, onde viveu durante muitas décadas. Casado com Maria da Graça Souza Azevedo de Leite Perry, com quem teve cinco filhos, era (...)

Devolver a Ribeira das Vinhas a Cascais

25.01.17, cascalenses
    O Vale da Ribeira das Vinhas, acessível a partir das traseiras do edifício do mercado, foi durante milénios um canal privilegiado de mobilidade para os Cascalenses. Era através dele, quando a vila dependia de forma directa do trabalho árduo e suado dos saloios que (...)

A Areia e a Capela de São Brás em Cascais

09.12.16, cascalenses
    por João Aníbal Henriques Quando em 1997, em pleno processo de preparação do Levantamento Exaustivo do Património Cascalense, publiquei um trabalho sobre a história da ruralidade da Freguesia de Cascais (*), a povoação da Areia era ainda palco privilegiado das ancestrais tradições (...)

A Lenda da Boca do Inferno

07.12.16, cascalenses
    por João Aníbal Henriques A dicotomia entre o mal e o bem, num jogo em que as memórias efectivas se misturam amiúde com as entoações próprias dos sonhos, assume especial importância na Boca do Inferno, em Cascais, um recanto encantado no qual se conjuga uma paisagem (...)

O Lago da Praia do Guincho em Cascais

05.12.16, cascalenses
    A acumulação anormal de pluviosidade, em conjunto com o crescimento das dunas, criou um cenário onírico na Praia do Guincho. O lago que ali nasceu, em Dezembro de 2016, deslumbrante no contraste entre o céu, a serra e o mar, compõe um postal extraordinário que ficará na memória (...)

As Cheias em Cascais - 19 de Novembro de 1983

19.11.14, cascalenses
    Cumprem-se hoje 31 anos desde que Cascais amanheceu coberta de água. Naquela madrugada, numa noite de Sexta-feira para Sábado, preparava-se mais uma manhã de mercado saloio no centro da Vila. Por todo o lado, num cenário dantesco no qual o caos imperava, fluíam ao sabor das águas os sacos de batatas, as caixas (...)